Geral

Eles inventam um chip contraceptivo que pode ser desligado por controle remoto

Eles inventam um chip contraceptivo que pode ser desligado por controle remoto

Um novo método de controle de natalidade que uma mulher pode ligar e desligar e que pode ser usado por muitos anos.

O Massachusetts Institute of Technology (MIT) está desenvolvendo um minúsculo microchip que, implantado sob a pele, pode funcionar como um contraceptivo e ser controlado por controle remoto sem fio.

Medindo apenas 20 x 20 x 7 mm, o dispositivo foi projetado para ser implantado sob a pele das nádegas, abdômen ou braço, e fornece pequenas doses de levonorgestrel todos os dias por até 16 anos. O levonorgestrel já é usado hoje em alguns anticoncepcionais.

Com o microchip, quando uma mulher deseja engravidar, ela pode desligar o aparelho por meio de um controle remoto. Não é necessário retirar o chip antes de decorridos 16 anos de uso, ao contrário dos implantes contraceptivos atuais que duram no máximo 5 anos.

O dispositivo é seguro, pois a comunicação com o implante deve ocorrer a uma distância não maior do que o contato com a pele. Isso garante que o dispositivo não possa ser ativado ou desativado sem o conhecimento da mulher que o usa.

O projeto é apoiado por Bill Gates e será testado no próximo ano. A sua entrada em venda poderá ocorrer em 2020.

Os contraceptivos implantados no corpo não são novos, mas os pesquisadores do novo método indicam que todos os implantes atuais exigem uma visita a uma clínica e um procedimento não-paciente para ser desativado.

"A capacidade de desligar e ligar o dispositivo oferece certas vantagens para aqueles que estão planejando uma família", disse o pesquisador do MIT Robert Farra.

Os pesquisadores também estão trabalhando na segurança do dispositivo, para que ele não possa ser ativado ou desativado por outra pessoa que não seja a mulher que o usa, a comunicação com o dispositivo deve ser feita a uma distância muito próxima da pele da operadora e possui um código de segurança que impede alguém de intervir ou modificar esta comunicação.

Tópicos relacionados a:

  • Contracepção na menopausa


Vídeo: MINHA EXPERIÊNCIA COM O IMPLANON @DRAMARIANATELES. Rapha Moura @quantofoi (Janeiro 2022).